domingo, 22 de julho de 2018

PT desiste do PMDB e lançará candidato

10 MAI 2008Por 10h:15
     

Depois da fracassada tentativa de aliança com o PMDB em Campo Grande, o PT desiste das articulações e decide lançar candidato próprio à prefeitura para manter acesa a chama da rivalidade no Estado. O ex-ministro-chefe da Casa Civil da Presidência da República, José Dirceu, alertou que não adianta o partido se juntar ao PMDB e ficar dividido, por isso, prefere defender o enfrentamento com o prefeito Nelsinho Trad (PMDB). "O partido precisa estar unido em uma eleição, tem que eleger os vereadores e pensar no resto do Estado", frisou.

Hoje, José Dirceu se reuniu com as principais lideranças do PT em Campo Grande para discutir uma saída para crise do partido, que mais uma vez se dividiu, por conta das articulações que visavam uma aliança com o PMDB.

O ex-ministro se manifestou a favor da parceria com os peemedebistas, contudo entende ser muito difícil compatibilizar os interesses políticos e convencer a população sobre a união dos dois principais rivais políticos no Estado.

A posição do ex-ministro foi incorporada pelo grupo do ex-governador José Orcírio dos Santos, que abandonou a idéia de aliar-se ao PMDB e passou a defender candidatura própria. O grupo não conseguiu se aproximar dos adversários e mudou as articulações, levando em contra pesquisa interna que mostra a rejeição do eleitorado com esta aliança.

Leia Também