Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

PT coloca campanha nas ruas

15 OUT 2010Por 01h:20

Fernanda Brigatti

O PT de Mato Grosso do Sul já colocou a campanha de Dilma Rousseff (PT) nas ruas. Ontem, segundo deliberado em plenária realizada na quarta-feira (13), os diretórios municipais reiniciaram as atividades de campanha. “É responsabilidade do Estado de Mato Grosso do Sul dar retorno às ações, investimentos, programas, melhorias que o projeto de Lula acrescentou ao Brasil, e mais ainda, confirmar que queremos que o país siga mudando”, disse o presidente do partido, Marcus Garcia.
O encontro, realizado na Sociedade Vicentina de Campo Grande, buscava marcar o início da campanha pelo segundo turno no Estado. O Diretório Regional do PT divulgou a participação de aproximadamente 700 pessoas, mas participantes garantiram que o público não ultrapassou 150 agentes.
Ontem, as atividades de campanha já tiveram início na Capital, com visitas a feiras e panfletagens.
Também no evento, o senador reeleito Delcídio do Amaral (PT) defendeu aliança com o PMDB em prol da eleição de Dilma. Ele também defendeu que as divergências internas do partidos sejam deixadas em segundo plano. “Não há mais justificativa que leve o PMDB de Mato Grosso do Sul a apoiar o Serra”, afirmou, sobre o partido arquirrival do PT no Estado. Ontem, no entanto, o PMDB já decidiu seguir com o tucano José Serra.
Também na quarta-feira, os deputados federais Vander Loubet (PT) e Dagoberto Nogueira (PDT) e o ex-governador José Orcírio dos Santos (PT) se reuniram com Giles Azevedo e Antonio Palocci, coordenadores da campanha presidencial, definindo a estratégia local. “Para que fique claro: não vai ter um coordenador. A campanha vai ser o mais ampla possível. Todos podem e devem ajudar a eleger a Dilma”, disse Vander, via twitter.

Leia Também