Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

DEFESA

Psiquiatra revê remédios de Cachoeira após 'surto'

24 JUN 12 - 00h:00terra

Reportagem publicada ontem (23) pelo jornal Folha de S. Paulo afirma que um dos defensores de Carlinhos Cachoeira - preso desde o final de fevereiro, acusado de comandar um esquema de exploração de jogos ilegais em Goiás - revelou que o contraventor teve um "pequeno surto" ao se desentender com um carcereiro e um companheiro de cela, no presídio da Presídio da Papuda, em Brasília. "O psiquiatra foi hoje (sexta-feira) reavaliar medicamentos e o que nos preocupa é a saúde mental", afirmou outra integrante da equipe de defesa de Cachoeira, a advogada Dora Cavalcanti.

O surto ocorreu no mesmo dia em que Cachoeira sofreu duas derrotas judiciais. De acordo com a matéria, ele quase brigou com o companheiro de cela e xingou um agente do Departamento Penitenciário Nacional. Segundo seus advogados, durante o jantar de quinta-feira o bicheiro discutiu com o outro preso sobre o canal a ser sintonizado na TV. Enquanto o colega queria ver um programa policial, Cachoeira queria algo mais tranquilo. Os dois começaram a bater boca e quase se agrediram fisicamente. Com a discussão, o agente penitenciário interveio e exigiu que Cachoeira colocasse as mãos para trás. O empresário se recusou e xingou o carcereiro. A advogada do contraventor disse que seu cliente "teve uma descompensação séria" e não estava bem desde a manhã de quinta. 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

OPINIÃO

Olivia Garcia C. de Freitas: "Inexigibilidade do Cadastro Ambiental Rural"

Advogada

Felpuda

Funkeiro MC Sapão morre de pneumonia aos 40 anos
RIO DE JANEIRO

Funkeiro MC Sapão morre de pneumonia aos 40 anos

INVESTIMENTO CULTURA

Ancine suspende futuros repasses para o setor audiovisual

Este ano 4 filmes brasileiros foram indicados em Cannes

Mais Lidas