Segunda, 19 de Fevereiro de 2018

POLÊMICA

Psicólogo cassado diz que atuava apenas como terapeuta holístico

16 DEZ 2010Por VIVIANNE NUNES18h:37

Edson Rodrigues de Souza, o psicólogo cassado por ter ateado fogo a uma paciente no Estado de Goiás, disse há pouco em entrevista ao Portal Correio do Estado que desde a cassação de seu registro não tem atuado como psicólogo e sim como terapeuta holístico. Ele foi breve ao comentar o caso ocorrido em novembro de 2006 no Estado de Goiás afirmando apenas que nem ele, nem a paciente colocaram fogo no colchão, mas que fumavam na hora da terapia. Rodrigues afirmou ainda que por uma questão de ética ele nunca falou sobre o caso com a mídia e que foi vítima dos órgãos de imprensa que noticiaram o caso. “Tudo agora corre em segredo de Justiça e eu vou me pronunciar apenas ao juiz”, afirmou, lembrando que Edmar Francisco de Oliveira era uma paciente da psiquiatria e que estava internada. “Não posso constrangê-la nem como vilã, nem como vítima”, afirmou Rodrigues encerrando o assunto.

O ex-psicólogo diz que já suspendeu os atendimentos na equitação da Acrissul e no estúdio de dança que trabalha e até mesmo no consultório onde atendia como terapeuta holístico.

Edson teve sua carteira profissional entregue ao Conselho Regional ainda em Mato Grosso do Sul no dia 20 de setembro deste ano conforme determinação do Conselho Regional de Goiás. Sua cassação foi publicada em Diário Oficial no dia 15 de outubro e na edição do jornal Correio do Estado do dia 10 de novembro deste ano, mas conforme boletim de ocorrência registrado hoje, continua atuando irregularmente.

Leia Também