Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PSG pode oferecer mais de R$ 800 milhões para tirar Messi do Barcelona

PSG pode oferecer mais de R$ 800 milhões para tirar Messi do Barcelona
26/01/2014 04:00 - terra


Enquanto o Barcelona passa por uma grave crise política, pode ainda perder o seu principal jogador. De acordo com o jornal L'Equipe, da França, o Paris Saint-Germain pretende fazer a "transferência do século", como o próprio diário diz, e quebrar todos os recordes para contratar o craque argentino.

A ideia do atual campeão francês é atingir a multa rescisória completa do craque e depositar 250 milhões de euros (R$ 821 milhões) nas contas do Barcelona. O próprio salário não seria problema, já que atualmente ele ganha 16 milhões de euros (R$ 52 milhões) anuais, apenas um milhão de euros (R$ 3,2 milhões) a mais que Zlatan Ibrahimovic.

O que anima ainda mais a diretoria do Paris Saint-Germain é a postura de Jorge Messi, pai do jogador argentino. Ao ser abordado pelos franceses sobre uma transferência, ele disse que no futebol, "não se pode falar nunca".

Recentemente, o salário de Messi no Barcelona chegou a causar certa polêmica, quando o vice-presidente financeiro, Javier Faus, disse que não era necessário dar um aumento apenas para passar Cristiano Ronaldo e ser o mais bem pago do mundo. Messi respondeu dizendo que o cartola "não sabe nada de futebol". Depois, outros dirigentes confirmaram o possível aumento.

Felpuda


Sindicalista defende o fim de mordomias e privilégios dos políticos e dos integrantes de outros Poderes, conforme divulgação feita por sua assessoria. Para ele, está na hora de se colocar um basta nessa situação, questionando, inclusive, o número de parlamentares e de assessores. Entretanto, não demonstra a mesma aversão por aqueles dirigentes de sindicatos que se perpetuam no poder e que comandam mais de uma entidade, assim como ele. Afinal, o exemplo deve vir de casa, né?