Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

GOVERNO PE

PSDB entra na administração de Campos

PSDB entra na administração de Campos
03/01/2014 00:00 - Folhapress


Crítico do que já chamou de "velha política" -como a troca de apoio por cargos-, o governador de Pernambuco e presidenciável, Eduardo Campos (PSB), oficializou ontem a entrada do PSDB em sua administração.

Depois de uma série de conversas com o deputado federal Sérgio Guerra (PSDB-PE), o socialista anunciou que os tucanos assumirão a Secretaria de Trabalho, Qualificação e Empreendedorismo e a presidência do Detran.

Com os cargos, o PSDB pernambucano passa a apoiar o candidato pessebista ao governo de Pernambuco, que ainda será anunciado por Campos.

No Estado, os tucanos são oposição a Campos na Assembleia o PSDB tem três deputados estaduais.

As vagas pertenciam ao PTB, que deixou o governo pernambucano no ano passado e deve enfrentar o candidato de Eduardo Campos com apoio do PT.

O governador justificou a entrada do PSDB em sua administração como fruto de "uma relação de muito tempo" e não como um benefício em troca de apoio político.

"Cada um vai interpretar da forma que desejar interpretar. A interpretação é livre. A relação nossa com o PSDB de Pernambuco é uma relação que vem de muito tempo", afirmou Campos.

Apesar de os tucanos terem se aliado a Campos, o partido deixou livres os três deputados estaduais para eles continuarem fazendo oposição ao governador na Assembleia.

O acordo em Pernambuco não significa apoio em outros Estados. Em São Paulo, ainda existe discussão porque a ex-senadora Marina Silva (PSB) é contra o apoio pessebista à candidatura do governador Geraldo Alckmin (PSDB).

Questionado, Campos disse ainda não haver definições. "Temos muito tempo para discutir essa questão", afirmou.

Reforma
O novo secretário de de Trabalho, Qualificação e Empreendedorismo será o ex-superintendente do Sebrae Pernambuco, Murilo Guerra.

Já o Detran será comandado por Caio Melo, secretário de Saúde de Camaragibe (PE).
O ingresso dos tucanos no governo faz parte de uma reforma administrativa maior. Outras três secretarias terão novos titulares a partir de hoje.

A recém-criada Secretaria de Infraestrutura será comandada por João Bosco de Almeida, ligado ao PSB. Almeida deixou a presidência da Chesf (Companhia Hidro Elétrica do São Francisco) depois que o PSB entregou os cargos que tinha no governo da presidente Dilma Rousseff.

A secretaria de Turismo e de Desenvolvimento Social serão assumidas por secretários-executivos, pois os titulares voltarão para a Assembleia Legislativa e devem disputar um novo mandato.

Dois secretários interinos também serão efetivados nos cargos nesta sexta.

Outra mudança oficializada pelo governador é a redução do número de secretarias de 29 para 23. Algumas pastas foram transformadas em secretarias-executivas e reunidas.

Apesar da redução, ninguém foi demitido. Mesmo assim, o governo afirma que vai economizar R$ 50 milhões por ano com a otimização de processos internos, antes dispersos e agora concentrados. 

Felpuda


As pré-candidaturas bizarras estão se espalhando nas redes sociais, nos perfis de quem acredita que esse tipo de “campanha eleitoral” poderá resultar em votos e até levar à conquista de uma vaga na Câmara Municipal de Campo Grande. Se antes isso era visto apenas no horário eleitoral na TV, agora está se espalhado como erva daninha nas redes. Como diria vovó: “Esse povo ainda se acha!” Afe!