Domingo, 25 de Fevereiro de 2018

PSDB de MS pressiona por definição nacional

27 NOV 2009Por 08h:20
     

                 

                 

O PSDB de Mato Grosso do Sul vai pressionar o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), para apressar a definição sobre quem será o candidato do partido na disputa pela presidência da República. Os tucanos querem o fim da indefinição para poder decidir o rumo do partido no Estado. O plano número 1 é manter a aliança com o PMDB, mas as lideranças da sigla sabem que só será possível negociar com a informação de quem será o candidato tucano a presidente.

Ontem, os deputados estaduais do partido se reuniram com a senadora Marisa Serrano (PSDB) para traçar a estratégia da sigla em Mato Grosso do Sul. "Decidimos que só vamos definir nossa situação no Estado quando sair o nome do representante do PSDB na disputa pela sucessão presidencial", informou o presidente regional da sigla, deputado Reinaldo Azambuja.

                O parlamentar assegurou que até janeiro de 2010 o partido vai escolher entre o governador de Minas Gerais, Aécio Neves e José Serra. "A Marisa, que é vice-presidente nacional da legenda, nos garantiu que até janeiro sai a definição", revelou Azambuja.

Leia Também