quinta, 19 de julho de 2018

PSB pode cassar 23 infieis

13 DEZ 2010Por Fernanda Brigatti20h:17

A Executiva Regional do PSB abriu procedimentos de ética contra 23 pessoas, entre elas prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e presidentes de diretórios em Mato Grosso do Sul por infidelidade partidária. Eles são suspeitos de fazer campanha, nas eleições deste ano, para candidatos de outro partido, especialmente na disputa à Câmara dos Deputados. O nome do PSB no Estado era o do presidente regional Sérgio Assis.

Leia Também