quinta, 19 de julho de 2018

SUCESSÃO

PSB fica com Murilo. Pré-candidato sai

25 DEZ 2010Por DOURADOSNEWS07h:45

Membros da direção regional do Partido Socialista Brasileiro PSB, estiveram reunidos ontem (24) e decidiram por maioria de votos que a agremiação vai apoiar a candidatura do vice-governador Murilo Zauith nas eleições de 6 de fevereiro.

A decisão provocou a saída de Elízio Brites que se colocou como pré-candidato do partido, mas que não conseguiu ver a proposta de candidatura própria prosperar. Brites disse que sua intenção de encabeçar uma chapa para a disputa sofreu boicote por parte da cúpula partidária que segundo ele já tinha uma posição formada sobre o encaminhamento que seria dado à disputa.

Leia a Carta Aberta de Elízio, onde ele comunica a saída do partido:
Caros companheiros e companheiras que me incentivaram nessa luta onde coloquei meu nome a disposição do partido que sou filiado para disputar as eleições diretas em Dourados.
É de conhecimento público que minha possível candidatura surgiu da vontade popular, provavelmente, pela minha história de luta contra a corrupção em nossa cidade e no estado de Mato Grosso do Sul.

Quando foi informado sobre o fato, o presidente da executiva estadual manifestou interesse e de imediato disse que faria contato com os institutos de pesquisa para inserir meu nome entre os pré-candidatos, pois já haviam saído duas que omitiam minha possível candidatura. Nada de concreto aconteceu e minhas ligações no celular nunca aram atendidas ou retornadas, fato que me causou estranheza.

Era voz corrente nas conversas e comentários que uma comissão foi encarregada de procurar outra sigla e boicotarem a minha candidatura. As notícias de que o PSB selou aliança com outro partido, no entanto, continuaram saindo em todos os noticiários sem manifestação dos dirigentes. Desta forma, a eleição está caminhando de forma antidemocrática e indireta.

Apenas no dia 23 de dezembro o presidente municipal informou que o PSB não era partido de coronéis e que a convenção estava marcada já para o dia seguinte. Jamais vou concordar com nada imoral. A cidade passa por um momento de profunda crise moral, em completo abandono, com as ruas todas esburacadas, serviços públicos de péssima qualidade e alegam falta de dinheiro.
Isso é uma inverdade porque dinheiro para comprar dirigentes de partidos “de aluguel” não falta, pelo contrário, sobra a ponto de unir todas as siglas, com as mais variadas correntes e tendências “fisiológicas”.

Para lembrar também, o PSB elegeu um vereador que, recentemente, foi envolvido em escândalo de corrupção, mas o partido ainda não tomou providências sobre o caso.
Eu me coloquei a disposição para a luta e se minha candidatura foi rejeitada e tantas providências deixaram de ser tomadas pelo partido, sendo que havia a oportunidade de uma disputa democrática e direta, saio do PSB e não participo dessa farsa arquitetada por grupos falidos moralmente.
Deixo claro aos apoiadores que jamais fiz parte de qualquer negociação e não aceitei a troca do meu caráter por qualquer cargo que seja. Além do mais, não abandonarei a política.

Elízio Brites

Leia Também