Domingo, 25 de Fevereiro de 2018

ProUni tem 23% das instituições com nota baixa

20 JAN 2009Por 11h:15
     

        

 

Às vésperas de terminar o quinto processo de seleção do Programa Universidade para Todos (ProUni), o Ministério da Educação ainda não conseguiu usar seu sistema de avaliação para controlar a qualidade das vagas oferecidas gratuitamente em instituições de ensino superior particulares para alunos de baixa renda.

 

Cruzamento feito pela reportagem com os dados do Índice Geral de Cursos (IGC), anunciado pela primeira vez em setembro de 2008 e que permite comparar o desempenho das instituições, mostra que 22,9% das que oferecem vagas no ProUni têm desempenho 1 e 2, o que pode ser traduzido como cursos com baixa ou baixíssima qualidade. Ou seja, de 991 instituições no programa, 227 tiveram desempenho baixo. Os conceitos do IGC variam de 1 a 5.

 

Com informações do jornal O Estado de S. Paulo

Leia Também