quinta, 19 de julho de 2018

Protógenes vai ao Congresso pedir apoio a parlamentares

25 MAR 2009Por 20h:58
     

BRASÍLIA

 

Com receio de ser preso ao depor na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Grampos na próxima quarta-feira, dia 1º, o delegado da Polícia Federal Protógenes Queiroz foi hoje ao Congresso pedir apoio de senadores e deputados, em sua maior parte ligados ao PSOL. Protógenes comandava a operação da PF que resultou na prisão temporária do sócio-fundador do Grupo Opportunity, Daniel Dantas.

 

        Na cerca de uma hora em que conversou com os parlamentares, entre eles os senadores José Nery (PSOL-PA), Eduardo Suplicy (PT-SP) e Pedro Simon (PMDB-RS), o delegado disse que, em um futuro próximo, ficará comprovado que não houve procedimentos irregulares na Satiagraha. O delegado avisou que poderá apresentar "fatos novos" e "nomes novos" no depoimento que fará à CPI na semana que vem. Ele disse ainda que se sente perseguido ao estar no centro do noticiário como sendo responsável pela realização de escutas clandestinas. (Agência Estado)

Leia Também