Sexta, 23 de Fevereiro de 2018

Protógenes muda depoimento e livra juizes e procurador

20 MAR 2009Por 21h:39
     

São Paulo

 

O delegado Protógenes Queiroz, mentor da Operação Satiagraha - investigação contra o banqueiro Daniel Dantas, do Grupo Opportunity, condenado a 10 anos de prisão por corrupção ativa -, recuou e decidiu retificar o depoimento que prestou em setembro ao Ministério Público Federal, em Brasília. Na ocasião, ele declarou que a parceria de arapongas da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e agentes da Polícia Federal era do conhecimento dos juízes federais Fausto Martin De Sanctis e Márcio Milani e também do procurador da República Rodrigo de Grandis.

 

Na última quarta-feira (18), Protógenes retornou ao Ministério Público Federal para corrigir a informação. Ele esclareceu que os dois magistrados e o procurador "não foram informados da participação de agentes da Abin na Operação Satiagraha".

Protógenes disse, ainda, que as autoridades sabiam apenas "das dificuldades operacionais que a administração central da Polícia Federal estava causando às apurações".

Leia Também