Domingo, 18 de Fevereiro de 2018

TRÊS LAGOAS

Protético é acusado de engravidar enteada de 13 anos

3 FEV 2011Por RÁDIO CAÇULA07h:35

Um protético de 56 anos está sendo acusado de abusar sexualmente e engravidar a enteada de 13 anos. A menina que era violentada desde os oito anos só contou o caso após sofrer um aborto espontâneo.

De acordo com a Delegacia de Atendimento a Mulher (DAM), o protético manteve uma relação amorosa com a mãe da menina durante três anos e neste período abusava da garota sem que a sua companheira percebesse.

Após a separação do casal ocorrida há dois anos, as filhas da mulher continuaram a visitar o ex-padrasto em sua residência. A vítima engravidou e, em novembro do ano passado, procurou o posto de saúde da Vila Haro para passar por uma consulta médica onde foi constatado que ela havia sofrido um aborto.

A garota contou a situação para a mãe que procurou a DAM para o registro da ocorrência. O protético, que é de família tradicional de Três Lagoas, negou os abusos e alegou que a criança que a jovem estava esperando era de um namoradinho.

O caso foi levado até o conhecimento do Conselho Tutelar que optou por encaminhar as meninas ao Poço de Jacó. O ex-padrasto está foragido. A Polícia Civil acredita que ele esteja escondido na casa de parentes, na cidade de Poconé, no Estado de Mato Grosso.  

Leia Também