quinta, 19 de julho de 2018

Protestos na China causam cinco mortes

4 SET 2009Por 15h:42
     

        O vice-prefeito de Urumqi, Zhang Hong, cinco pessoas morreram e 14 ficaram feridas em protestos na cidade realizados ontem. Hoje, milhares de pessoas, a maioria da etnia majoritária han, tomaram as ruas de Urumqi pelo segundo dia consecutivo, exigindo melhoria na segurança na capital da província de Xinjiang. No mês passado, distúrbios na região deixaram quase 200 mortos. Os manifestantes exigem punição para os responsáveis pelos ataques de julho, membros tanto da etnia han quanto muçulmanos uigures. A polícia usou gás lacrimogêneo e apelos públicos para encerrar as marchas de hoje rumo a instalações do governo e do Partido Comunista. Eles também protestam pelos recentes relatos de ataques com seringas. Segundo a imprensa estatal, as principais vítimas desses ataques são chineses han.

        Com informações do Estadão
        
        

Leia Também