quinta, 19 de julho de 2018

Protesto de índios deixa crianças sem aulas

26 OUT 2009Por 15h:32
     

                 

                 

Cerca de mil estudantes ficaram sem aulas em Miranda.  Os índios de etnia Terena tiveram essa atitude como formas de protesto pela demora na ampliação da Aldeia Cachoeirinha para 17,2 mil hectares.

O Conselho Tutelar de Miranda convocou o cacique e as lideranças indígenas da aldeia para uma reunião agora à tarde para debater o problema. Segundo a presidente do órgão, Lucimar Jacquer dos Santos Martins, os estudantes das aldeias estão sem aulas há três dias.

Os indígenas ocuparam duas áreas em Miranda, entre as quais está a Fazenda Petrópolis, da família do ex-governador Pedro Pedrossian e bloquearam o acesso às reservas e impediram a entrada do transporte escolar.

                 

Leia Também