domingo, 22 de julho de 2018

Prosseguem as buscas por padre que viaja em balões de festa

21 ABR 2008Por 18h:04
     

Lívia Ferreira

 

O Grupo de Radiopatrulhamento Aéreo (Graer), da Polícia Militar de Santa Catarina, prossegue o trabalho de buscas ao padre paranaense Adelir De Carli, de 41 anos, que está desaparecido desde a noite de ontem, quando tentava fazer um vôo de 20 horas, sentado em uma cadeira, amarrada a mil balões de festas, cheios de gás hélio. Ele seguia de Paranaguá (PR) com destino a Dourados (MS).

O último contato aconteceu por volta das 21 horas, quando avisou que estava pousando no mar, a cerca de 15 quilômetros a leste das ilhas Tamboretes, a 5 quilômetros da costa da ilha de São Francisco do Sul, litoral norte de Santa Catarina.

        No site da Pastoral Rodoviária, à qual o padre está ligado desde sua ordenação há cinco anos, ele diz ter criado o evento Voar Social, como forma de atrair os canais de mídia e divulgar a pastoral, que presta assistência espiritual e social aos caminhoneiros. Ele declara ter "vasta experiência" como esportista de montanhismo, mergulho, pára-quedismo e vôo livre (parapente).

Leia Também