Domingo, 25 de Fevereiro de 2018

Prosseguem ações de combate à leishmaniose na Capital

16 ABR 2009Por 10h:00
     O CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) prossegue no combate à leishmaniose em Campo Grande com ações preventivas de borrifação de inseticida em residências localizadas em áreas de risco de transmissão. A primeira etapa que consistiu no encoleiramento de cães com coleira impregnada de deltametrina, 4% encerrou no inicio deste mês. A previsão do CCZ é de que cerca de 15 mil imóveis recebam os agentes sanitários para a borrifação que deverá encerrar na segunda quinzena de maio. A borrifação de inseticida está sendo executada nos bairros Lageado, Jardim Batistão, São Conrado, Tijuca, Leblon, Aero Rancho, Jardim Centenário e Vila Nasser, como forma de controle do vetor transmissor da doença, o mosquito Flebótomo, conhecido também como mosquito palha. O primeiro ciclo dos trabalhos ocorreu, nestas mesmas localidades, em dezembro de 2008 a janeiro de 2009.
        

Leia Também