segunda, 16 de julho de 2018

Proprietário de jornal poderá ser indiciado por uma morte e três tentativas

23 NOV 2009Por 15h:09
     

         

         

O proprietário do jornal Independente, Aguinaldo Ferreira Gonçalves, 60 anos, poderá ser indiciado pela morte de Rogério Mendonça, 2 anos, além da tentativa de homicídio contra três pessoas: o avô do menino, João Afonso Pedra, 52 anos, o tio Aldemir Pedra Neto, 22 anos, e a irmã do garoto, Ana Maria Mendonça, 5 anos.

A informação é do delegado do 1º DP (Distrito Policial) de Campo Grande, Márcio Custódio, que investiga as circunstâncias que terminaram com a morte do menino após briga de trânsito na Avenida Mato Grosso.

Custódio revela que o inquérito policial deve ser concluído até sexta-feira (27/11) com o indiciamento de Gonçalves, que está preso no Garras (Grupo Armado de Repressão e Resgate a Assaltos e Sequestros).

Segundo o delegado, as testemunhas ouvidas até o momento não confirmam a versão do empresário, que alega ter sido fechado pela caminhonete L 200 dirigida por Aldemir.

         

Leia Também