Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

GOIÁS

Promotoria pede interdição de piscinas de parque após morte

Promotoria pede interdição de piscinas de parque após morte
16/01/2014 17:15 - FOLHA PRESS


O Ministério Público Estadual de Caldas Novas, em Goiás, recomendou ao condomínio Privé das Thermas 1 de Caldas Novas que interdite imediatamente todas as piscinas e outras áreas com água, como tobogãs, tanques e quedas d'água.

Um menino de sete anos morreu no dia 1º de janeiro após ficar preso a um ralo que suga a água da piscina. Uma semana depois, outro turista ficou com o pé preso na tubulação, que estava sem grade de proteção.

No documento, o promotor Giordane Alves Naves recomenda a interdição até que seja realizada a adequação às normas técnicas e às exigências dos bombeiros.

Pelas regras da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), segundo o promotor, há critérios que devem ser observados como a dimensão das tubulações e mesmo a velocidade de vazão e sucção da água a fim de evitar acidentes.

O condomínio deverá apresentar ao Ministério Público laudos que confirmem a adequação das piscinas. Os proprietários do Privé das Thermas 1 terão um prazo de cinco dias para informar sobre o cumprimento da recomendação.

Outro lado

O advogado Gildomar Rezende da Rocha Junior, que representa o condomínio, disse que as duas piscinas com bombas de sucção foram fechadas ontem. As demais continuam em funcionamento com o apoio de socorristas.

Ainda conforme Rocha Junior, o laudo dos bombeiros não aponta qualquer problema no ralo de sucção das piscinas. Ele negou que não houvesse grade de proteção na tubulação onde o turista prendeu o pé no último dia 9.

Em relação à recomendação do Ministério Público, o advogado deve protocolar no órgão na tarde de hoje dois laudos de vistoria.

Segundo ele, um dos laudos, de uma empresa contratada pelo Privé das Thermas, atesta que o local segue as regras da ABNT. Quanto ao laudo dos bombeiros, ele diz que apenas foram apontados pequenos reparos, como extintores e troca de revestimento na parede.

Após o protocolo desses documentos, segundo Rocha Junior, o clube vai aguardar pronunciamento da Promotoria.

Em seu site, o residencial Privé das Thermas I de Caldas Novas publicou uma nota de pesar pela morte do garoto Kauã Davi de Jesus Santos, 7. O texto manifesta consternação e diz que o clube está à disposição da família da criança.
 

Felpuda


As várias e várias mensagens que vêm sendo trocadas em grupos fechados, e para poucos, são de que algumas alianças poderão acontecer, mas mediante a troca de comando em alguns órgãos importantes. Seriam entendimentos para atender siglas de matizes bem diversos que vêm tentando criar dificuldades para vender facilidades. Se as negociações forem concretizadas, tornarão os caminhos sem muitas barreiras. A conferir.