Segunda, 18 de Dezembro de 2017

Promotor não identifica ''culpado'' por acidente de Schumacher e caso é arquivado

17 FEV 2014Por correio24horas13h:45

O promotor responsável pela investigação do acidente de esqui sofrido por Michael Schumacher no último dia 29 de dezembro, Patrick Quincy, concedeu entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira para falar sobre o que já foi apurado sobre o caso.

De acordo com os investigadores, não houve nenhum tipo de infração no caso. A sinalização da estação de Méribel, na França, e os fabricantes dos equipamentos - esqui e capacete - usados pelo alemão foram isentos de qualquer responsabilidade no acidente. "Ninguém cometeu nenhuma infração. O acidente aconteceu em uma zona fora de pista", disse o promotor. "A sinalização, o balizamento e a informação dada sobre os limites da pista estavam de acordo com as normas francesas vigentes", completou Quincy. 

O promotor informou ainda que a investigação judicial, que foi iniciada no dia do acidente, foi arquivada em 12 de fevereiro. Independente do que foi avaliado pela promotoria, a família do ex-piloto pode entrar com ações judiciais na esfera civil. 

Michael Schumacher segue internado no Centro Universitário Hospitalar de Grenóble, na França. Sem sedativos, o alemão ainda não conseguiu acordar do coma espontaneamente e segue em estado vegetativo. Os médicos que cuidam do piloto acreditam que o processo será lento e "poderá durar meses".

Leia Também