Campo Grande - MS, segunda, 20 de agosto de 2018

Bom Dia Mega

Promotor fala sobre abuso sexual, pedofilia e drogas nas escolas

24 MAI 2011Por Gabriel Maymone08h:16

O promotor de Justiça da 27° Vara da Infância e Adolescência de Campo Grande, Sérgio Harfouche, disse em entrevista ao programa Bom Dia Mega Notícias – Mega 94 FM desta terça-feira (24), que apesar do aumento da pena para os crimes em que a pedofilia se enquadra, o número de casos continua elevado.

“O termo pedofilia não é técnico, mas ele serve para identificar o crime de estupro de vulneráveis, por exemplo”, explica o promotor, dizendo que antes era um crime destinado contra as mulheres e agora envolve também quando crianças e adolescentes sofrem violência sexual.

Segundo o promotor, há muita dificuldade em pegar o pedófilo, pois ele age as escondidas, se valendo de relações domésticas e de confiança, “O crime acontece no meio de convivência do pedófilo, após adquirir a confiança da criança e até dos familiares dos pais para cometer o crime”, completa.

Uma observação importante feita por Sérgio, é que uma mulher que traz um homem para casa, normalmente em uma nova relação amorosa, muitas vezes defende mais o homem do que os filhos, “Nesses casos ela responde por conivência”, finaliza.

O promotor também abordou temas como a castração química, a preservação de bens dos presos e a questão das drogas nas escolas.

Leia Também