quinta, 19 de julho de 2018

Promotor diz que 2,3 mil mulheres serão ouvidas no caso da clínica de aborto

3 MAI 2008Por 11h:23
     

        O promotor do Ministério Público Estadual (MPE), Paulo César dos Passos, responsável pelo pedido de investigação de cerca de 10 mil mulheres que teriam praticado na clínica da médica Neide Mota, disse que desse total aproximadamente 2,3 mil deverão ser ouvidas.

         

        Ele explicou que das 9.986 mulheres que passaram pela clínica, mais de quatro mil o fizeram há mais de oito anos, limite legal para que os casos possam ser investigados. Em outros 3,5 mil casos não há indícios de que provem que as mulheres estivessem grávidas quando procuraram a médica.  Até agora, cerca de 70 mulheres que teriam abortado prestaram depoimento. Dessas, 30 foram indiciadas, mas nenhuma será presa.

        Com informações da Agência Brasil

Leia Também