Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 19 de novembro de 2018

Aquidauana

Projovem abre inscrições para preencher 100 vagas

21 JUL 2012Por Notícias MS13h:50

Tem início na próxima segunda-feira (23) a abertura das inscrições para participar do Projovem Trabalhador - Juventude Cidadã. Para Aquidauana são 100 vagas distribuídas entre os cursos de Beleza e Estética, Comércio, Telemática, Turismo e Hospitalidade. As inscrições devem ser realizadas no Centro Integrado de Atendimento ao Trabalhador (Ciat) das 7 às 16h30 até o dia 03 de agosto.

Para participar do Programa os jovens devem ter entre 18 a 29 anos; esta em situação de desemprego; ser membro de família com renda mensal per capita de até um salário mínimo; estar cursando o ensino fundamental ou ter concluído; ou estar cursando o ensino médio ou ter concluído; não estar cursando ou ter concluído o ensino superior.

O Projovem Trabalhador é um programa do Ministério do Trabalho e Emprego coordenado em Mato Grosso do Sul pela Secretaria de Estado do Trabalho e da Assistência Social por meio da Fundação Estadual do Trabalho (Funtrab), com apoio das Prefeituras Municipais e Centro Integrado de Atendimento ao Trabalhador (Ciat).

Documentação
Os jovens devem apresentar no ato da inscrição Cadastro de Pessoa Física – CPF; Programa de Inclusão Social – PIS/NIS; Registro Geral – RG; Título de Eleitor; Quando for o caso, comprovante de quitação das obrigações; Comprovante de escolaridade e Comprovante de Renda.

Não poderão participar do programa os jovens que recebem bolsa do Prouni, ou que, mesmo sem receber a bolsa universitária, cursem o nível superior. Também não é aceita a cumulatividade do auxílio financeiro com benefícios de natureza semelhante e a participação de alunos que tenham vínculo empregatício, bem como a participação de alunos egressos do Projovem Trabalhador ou que, quando cadastrados, não receberam bolsa.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também