Segunda, 19 de Fevereiro de 2018

Projetos polêmicos serão votados depois do recesso

8 JUL 2008Por 22h:23
     

Lidiane Kober

 

A Assembléia Legislativa decidiu hoje deixar a votação dos dois projetos mais polêmicos em tramitação na Casa para o segundo semestre do ano. Tanto a apreciação da proposta que altera o rateio do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) quanto a da Reforma do Regimento Interno ficarão para depois do recesso parlamentar.

A decisão de adiar a votação do projeto, que cria novos critérios de distribuição do ICMS, partiu do autor da matéria, deputado estadual Júnior Mochi (PMDB). Ele atendeu pedido dos prefeitos, que querem que a proposta seja analisada depois das eleições municipais. Isso para incluir na discussão os administradores eleitos e visando a aguardar o trâmite do projeto de Reforma Tributária, em andamento no Congresso.A apreciação da Reforma do Regimento Interno ficou para depois do recesso porque o deputado estadual Onevan de Matos (PDT) pretende alterar alguns pontos do projeto, apresentando emendas. Ele é contrário, por exemplo, ao fim dos voto secreto na Assembléia Legislativa.

Leia Também