Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quarta, 21 de novembro de 2018

INVESTIMENTO

Projetos para o cenário futuro de Campo Grande já começaram

26 AGO 2012Por Walter Gonçalves00h:01

Em 2050, quando Campo Grande completar 151 anos de fundação, a população da Capital de Mato Grosso do Sul deverá somar de 1,5 milhão a 2 milhões de habitantes. É com essa estimativa que os técnicos do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Planurb) trabalham, visando a preparar a cidade para esse cenário futuro, ordenando desde agora a ocupação do solo, ou seja, o adensamento das regiões.

Para isso, segundo a presidente do Planurb, Marta Martinez, é necessário que se mantenha controlado o crescimento populacional, cuja média anual gira em torno de 1,72%, de acordo com estudos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), da própria prefeitura e da Águas Guariroba.

A contribuir para o êxito do planejamento está a característica de Campo Grande, de ser uma cidade plana, permeada por córregos, e de ter uma migração interna, que facilita o atendimento às demandas por equipamentos públicos. Soma-se a esses fatores, o fato de a cidade contar ainda com dois instrumentos que auxiliam na planificação de seu crescimento: a Carta Geotécnica e as Guias Diretrizes Urbanísticas.

Leia mais na edição especial de aniversário publicada pelo Correio do Estado.
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também