sexta, 20 de julho de 2018

Região Sul

Projeto vai incentivar diagnóstico da tuberculose em pessoas que vivem com HIV

31 DEZ 2010Por Agencia do Radio23h:45

Uma parceria entre os programas de controle da tuberculose e da Aids do Ministério da Saúde promete reduzir o número de casos e mortes por tuberculose entre as pessoas com HIV. A doença, causada pelo bacilo de Koch, é a maior causa de mortalidade entre os pacientes com Aids, hoje, no Brasil.

O projeto-piloto começa a ser testado em 24 serviços especializados de 13 cidades da Região Sul. Segundo Marcelo Freitas, do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde, a ideia é qualificar o atendimento nessas unidades para incentivar o diagnóstico precoce e o tratamento. "Na população que tem tuberculose, que tem um diagnóstico já de tuberculose, nós queremos aumentar o nível de detecção do HIV nessa população. Com as pessoas que têm HIV, nós queremos identificar a tuberculose e usar medidas de profilaxia para prevenir o desenvolvimento da doença nessa população, e aí também impacta na mortalidade. Nós queremos que o tratamento, tanto de tuberculose quanto da infecção pelo HIV, sejam oportunos."

O projeto terá duração de um ano e deve servir de modelo para ações semelhantes em outros estados. Foram selecionados, neste primeiro momento, municípios com prevalência de 20% ou mais de casos de HIV em pessoas com tuberculose, percentual considerado alto pelo Ministério da Saúde.

Leia Também