Quarta, 21 de Fevereiro de 2018

EMPREENDEDORISMO

Projeto do BID quer desenvolver a fronteira com Paraguai e Bolívia

24 NOV 2010Por Edivaldo Bitencourt17h:33

O Sebrae começou a realizar oficinas para implementar o programa “MS Sem Fronteiras”, desenvolvido em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O convênio com a liberação de US$ 1 milhão será assinado no dia 15 deste mês.

Seguindo a perspectiva de crescimento e desenvolvimento econômico, empresários da região estão discutindo maneiras de desenvolver o comércio local e a produção industrial de forma conjunta, beneficiando assim os mais de 160 mil habitantes que vivem nas cidades de Corumbá e Ladário, em Mato Grosso do Sul, e Puerto Quijarro e Puerto Suarez, na Bolívia.

“A ideia é estimular o desenvolvimento do território por meio do empreendedorismo”, expõe Maristela França, diretora de operações do Sebrae-MS. O Sebrae realizou entre os dias 22 e 23 em Corumbá uma oficina de trabalho com entidades brasileiras e bolivianas para discussões que envolvem o desenvolvimento integrado na região fronteiriça.

A mesma oficina de trabalho será realizada com entidades paraguaias nos dias 25 e 26 de novembro, em Ponta Porã, “Vamos atuar em Ladário, Corumbá, Puerto Quijarro e Puerto Suarez e, no Paraguai, vamos trabalhar através das cidades gêmeas de Ponta Porã e Pedro Juan. O principal foco é o desenvolvimento empresarial e a integração do setor produtivo nestas faixas de fronteira”, explica Maristela.

Para o consultor do BID, Marco Dini, que conduz as reuniões nesta semana “tanto as instituições públicas quanto as empresas podem contribuir para identificar as potencialidades da fronteira e articular as grandes empresas com os pequenos produtores, criando oportunidades”, avalia.

Leia Também