Campo Grande - MS, quarta, 15 de agosto de 2018

sustentabilidade

Projeto de estudantes transforma uso de catraca em eletricidade

11 ABR 2011Por Estadão06h:00

Quando esteve em Manaus, há duas semanas, o ex-governador da Califórnia Arnold Scwarzenegger sugeriu, bem-humorado, aproveitar o pique das brasileiras ao sambar para gerar energia. Alunos da Fundação Educacional Inaciana (FEI) premiados no concurso EDP University Challenge foram mais longe: criaram um projeto que aproveita a circulação das pessoas que passam nas catracas do metrô e dos trens para transformar esse movimento em eletricidade.

Eles sugeriram acoplar geradores elétricos nas catracas do metrô e de trens, locais com intenso movimento de pessoas. "Assim como a água passa pelas turbinas de uma hidrelétrica gerando energia, as pessoas passarão pelas catracas e portas giratórias e terão os seus movimentos transformados em eletricidade. É algo simples, que utiliza uma fonte limpa, reduzindo a dependência de fontes externas de energia", diz Renato Figueiredo, que desenvolveu o sistema com Lucas Rodrigues Lamas e Tatiana da Silva.

O concurso reuniu cerca de 800 estudantes de mais de 20 instituições de ensino superior. Os alunos da FEI foram premiados com uma bolsa de estudos no valor de R$ 15 mil e um estágio de três meses na sede da EDP no Brasil.


Leia Também