Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Projeção de déficit sobe para US$ 49 bi

23 MAR 10 - 08h:24
O Banco Central divulgou ontem previsão de déficit de US$ 49 bilhões para as transações correntes do ano, ante estimativa anterior de US$ 40 bilhões. Se confirmada a projeção, será o maior déficit desde 1947, início da série histórica. O relatório divulgado ontem aponta também projeção de US$ 10 bilhões para o superávit comercial brasileiro em 2010, ante previsão anterior de US$ 15 bilhões. Segundo as estimativas da autoridade monetária, o país exportará US$ 173 bilhões, ante previsão anterior de US$ 170 bilhões, mas também passará a importar mais, o que reduzirá o saldo comercial. De acordo com Altamir Lopes, chefe do departamento econômico do BC, a projeção do déficit para o ano reflete gastos mais elevados com viagens internacionais, aluguel de equipamentos, entre outros, o que indica aumento de investimentos. A corrente de comércio mais robusta, inclusive, também vai demandar mais gastos, principalmente com transportes. A projeção de investimentos para o ano é de US$ 45 bilhões, o que não será suficiente para cobrir o rombo. No entanto, Lopes defende que as reservas internacionais brasileiras irão aliviar o mau desempenho das transações correntes. Em 2010, o déficit deve corresponder a 20% das reservas, que atingiram em fevereiro a marca de US$ 241,3 bilhões. Na média de 1970 para 2009, o déficit correspondia a 56% das reservas internacionais, segundo Lopes. Fevereiro Em fevereiro, as transações do Brasil com o exterior registraram déficit de US$ 3,25 bilhões, ante resultado negativo de US$ 3,84 bilhões no mês anterior, de acordo com dados divulgados pelo Banco Central. Nessa conta entram o resultado da balança comercial, os gastos do país com serviços, além das remessas de lucros e as transferências unilaterais. No acumulado do ano, as transações correntes tiveram déficit de US$ 7,09 bilhões. A balança comercial foi superavitária em fevereiro em US$ 394 milhões. Em janeiro, o resultado havia sido negativo em US$ 166 milhões. A conta de serviços e rendas teve déficit de US$ 3,87 bilhões, e as transferências unilaterais registraram superávit de US$ 227 milhões.
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Em MS, três deputados e um senador defendem mais verba pública nas eleições
FUNDO PARTIDÁRIO

Em MS, três deputados e um senador defendem mais verba pública nas eleições

Com mais prazo, obra do Aquário fica longe do fim
PARADA

Com mais prazo, obra
do Aquário fica longe do fim

Excesso de emendas desfigura reforma da previdência
SERVIÇO PÚBLICO

Excesso de emendas desfigura reforma da previdência

Prefeitura garante pagamento do 13º salário no dia 20
SERVIDORES MUNICIPAIS

Prefeitura garante pagamento do 13º salário no dia 20

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião