Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Programa quer reduzir dívidas em Corumbá

20 ABR 10 - 20h:52

Sílvio Andrade, Corumbá

 

A Prefeitura de Corumbá lançou programa de isenções de multas e taxas para reduzir a dívida ativa relativa ao IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), de R$ 25,2 milhões, incluindo imóveis onde o uso de ferramentas como o georreferenciamento constatou aumento de área construída ou novas edificações sem licença.

O mapeamento digital, usando imagens de satélite, revelou falhas no cadastro imobiliário, defasado, e na fiscalização, ao apontar construções onde constava apenas o terreno ou ampliações da área física. A nova metragem vai incidir no valor do novo IPTU, além do aumento de 4,8% do imposto em relação a 2009.

Com o georreferenciamento e o novo Refic (Programa Cidadão de Recuperação de Créditos Fiscais), a prefeitura espera arrecadar 30% a mais que em 2009, em torno de R$ 12,4 milhões, estima o secretário de Finanças Daniel Martins Costa. Dos 34 mil imóveis cadastrados, 7,1 mil são isentos por terem área construída inferior a 70 metros quadrados.

 

Premiação

Além dos benefícios fiscais – desconto de 30% e 15% em caso de pagamentos à vista ou parcelado do IPTU 2010 e redução de 100% a 75% das multas e outras taxas no caso de renegociação da dívida ativa – contribuinte tem um incentivo a mais: concorrer a prêmios na quitação do imposto deste ano, à vista ou parcelado.

Serão realizados oito sorteios com 26 prêmios – de 28 de maio a 26 de novembro –, incluindo dois carros, oito motocicletas, dez notebooks, 11 TVs, 40 bicicletas e 40 DVDs. Os carros estão farão parte de um sorteio especial, onde participa quem pagou o IPTU deste ano à vista. A prefeitura inicia na próxima semana a distribuição de 27.688 carnês.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Confira o horóscopo deste domingo
ASTRAL

Confira o horóscopo deste domingo

CORREIO RURAL

Fertilizantes: código de uso sustentável recomenda boas práticas

BRASIL

Falta de objetividade na Justiça tem custo alto, diz Alexandre de Moraes

BRASIL

Presidente do Sindicato dos delegados de PF critica Bolsonaro

Mais Lidas