segunda, 16 de julho de 2018

saúde

Profissional quer condições dignas para trabalhar

30 OUT 2010Por karine cortez06h:40

Questionado sobre a situação da população que necessita dos serviços do posto de saúde e é obrigada a conviver com a falta de médicos e demora no atendimento, Renato Figueiredo disse que a intenção da pesquisa não é exaltar os médicos e enfermeiros, mas dar condições dignas de trabalho para que a população possa ser atendida da melhor forma. Muitos pacientes reclamam do mau atendimento e desprezo dispensado pelos médicos e enfermeiros. "Sei que não somos uma classe límpida e por isso temos uma boa parcela de profissionais que não deveriam estar trabalhando", enfatizou.

Como é integrante da Comissão de ética, Renato fez questão de dizer que a população deve denunciar o mau atendimento dos postos e agressão por parte dos profissionais de saúde. "Tudo o que nos chega na comissão, é avaliado e se o médico não comprovar a falta apresentando o atestado médico e o prontuário de atendimento, por exemplo, é penalizado". (KC)

Leia Também