Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quarta, 21 de novembro de 2018

Plano de carreira

Professores de instituições federais também entram em greve

19 JUN 2012Por agência brasil20h:00

Além dos técnicos administrativos e professores das universidades federais, os professores dos institutos federais de educação profissional também estão em greve. A paralisação da categoria, que começou na semana passada, tem a adesão de profissionais de pelo menos 20 instituições, de acordo com balanço divulgado pelo Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (Sinasefe).

Entre as revindicações do comando de greve estão a reestruturação da carreira, a criação de um piso para os professores de R$ 2,4 mil e a promoção imediata de concurso público para substituir servidores aposentados e acompanhar a expansão da rede federal de educação profissional.

Nas universidade federais, a greve completou um mês e tem adesão de professores de 55 instituições, segundo a Associação Nacional dos Docentes do Ensino Superior (Andes). Uma reunião entre o governo e o comando de greve estava marcada para hoje (19), mas foi adiada pelo Ministério do Planejamento, possivelmente para a próxima semana.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também