Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Produtores rurais enfrentam transtornos

Produtores rurais enfrentam transtornos
21/02/2010 07:33 -


O estado precário das estradas vicinais da região próxima ao Rio Anhanduí, em Campo Grande, a 100 quilômetros da sede do município, além de prejudicar o andamento das aulas, também causa transtorno aos produtores rurais. Os problemas no escoamento da produção têm levado produtores de leite a perder todo o produto retirado nos últimos 15 dias, e proprietários de fazendas a adiar o transporte de gado para abate em frigoríficos ou venda em leilões. O produtor rural Dinarte Lima Rezende já perdeu mais de mil litros desde que as chuvas passaram a impedir o tráfego de caminhões leiteiros na região. “Na semana passada, perdi 450 litros, e hoje, o último prazo que tenho para resfriar a produção dos últimos quatro dias, terei de me desfazer de mais de 550 litros”, informou”. Há seis meses, Dinarte investiu R$ 12 mil em equipamentos de ordenha e armazenamento de leite. “Deste jeito será difícil ter um retorno como eu esperava, porque o caminhão do laticínio não vem há 10 dias por causa das condições da estrada”, disse o produtor. Na sexta-feira, uma carreta carregada de carvão tombou depois de cruzar a ponte do Rio Anhanduí, já no município de Nova Alvorada do Sul. O acidente com o caminhão ocorreu em um dos poucos trechos sem cascalho na estrada do município, que também liga a região à BR- 163. Ninguém ficou ferido e os danos foram somente materiais. “O trânsito de caminhões por aqui está praticamente impossível”, disse o trabalhador rural Manoel Batista de Oliveira, 62 anos.

Felpuda


Prefeitura de município do interior de MS recebeu recomendação do Ministério Público do Estado no sentido de exonerar servidores comissionados, livres do cartão de ponto, que são parentes de secretários da administração e de vereadores. O nepotismo se tornou um excelente “negócio” por lá, e se até o dia 6 de agosto as devidas providências não forem tomadas, medidas serão adotadas, como ação por improbidade administrativa. Tem gente que não aprende mesmo, né?