Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Produtores de novilho precoce testam chip para identificação bovina

5 ABR 10 - 21h:57
Durante Dia de Campo na Fazenda Boa Esperança, em Anastárcio, será realizado amanhã, dia seis, o teste para validar a qualidade do Chip do Boi, equipamento produzido pela estatal Centro Nacional em Tecnologia Eletrônica Avançada - Ceitec para utilização no sistema de rastreabilidade bovina.
A Associação Sul-Mato-Grossense dos produtores de Novilho Precoce firmou parceria com a Ceitec para a comprovação da qualidade desse novo instrumento tecnológico. Segundo o presidente da Associação, Nedson Rodrigues Pereira, “a Associação foi escolhida por se tratar de um grupo de produtores que já utilizam algum tipo de tecnologia de gestão. Seguindo a tendência de sempre investir em melhoramento das condições de trabalho e controle, a empresa estatal vem para somar a um novo projeto que iremos oferecer aos nossos associados”, destaca Pereira.
A introdução do identificador eletrônico, na linguagem internacional RFID (radio frequence identification animal), ou seja, “identificação eletrônica por radiofrequência”, vem facilitar os controles e a organização dos produtores que já possuem algum tipo de identificação, seja para contemplar o SISBOV, seja para seu controle próprio, e que tinham na leitura errada dos brincos, seu principal problema.
“A leitura sem erros, mesmo debaixo de chuva, barro, sujeira, facilitará muito as conferências dos animais. Não é preciso conter o animal no ‘brete’, por exemplo, basta ter um leitor a mais ou menos 30 cm que o sinal transmite o número do brinco”, explica o presidente da Ceitec, Eduard Rudolf Weichselbaumer, que também destaca: “é um produto 100% nacional que além de ser fabricado pelas normas ISO 11784 – lido por qualquer leitor comercial de mercado –  terá um preço muito mais acessível que os já existentes no mercado, o que deve variar de R$ 2,50 a R$ 3,00”.
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Diretor de presídio federal diz que Name não precisa de ajuda
CRIME ORGANIZADO

Diretor de presídio diz que Name não precisa de ajuda

STF retoma julgamento sobre prisão após condenação em 2ª instância
BRASÍLIA

STF retoma julgamento sobre prisão após condenação em 2ª instância

Deputados cobram vistoria <br>contra incêndio em hospitais
RISCOS

Deputados cobram vistoria contra incêndio em hospitais

Mais de 350 vagas de emprego disponíveis na Capital; Confira
MERCADO DE TRABALHO

Mais de 350 vagas de emprego disponíveis na Capital; Confira

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião