CIDADES

Produtores calculam prejuízo de R$ 300 mil

Produtores calculam prejuízo de R$ 300 mil
19/07/2010 20:19 -


Fábio Dorta, Dourados

Somente em Caarapó, as mortes de gado provocadas pelo frio já causaram prejuízo superior a R$ 300 mil, conforme estimativa do presidente do Sindicato Rural da cidade, Jesus Camacho. O número pode ser ainda maior, pois muitos produtores rurais da região ainda não comunicaram as mortes de bois e nem todas as fazendas foram visitadas
Ainda não foram divulgados números oficiais, mas a quantidade de rezes mortas por causa do frio pode passar de 600 nos municípios Caarapó e Antônio João. Na primeira cidade, foram registradas mortes em 16 fazendas, que ocorreram durante a madrugada de sábado, quando a temperatura chegou aos 3 graus.
Apenas na propriedade de Camacho morreram 80 bovinos. A área mais atingida foi da Fazenda Santa Maria, com 151 mortes.
Frio contínuo
O escritório local da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal do Estado do Mato Grosso do Sul (Iagro) orientou aos fazendeiros que enterrem o mais rapidamente os animais em valas que deverão ser abertas em pontos altos das propriedades e distante das nascentes de água para evitar que haja contaminação.
A previsão dos institutos de meteorologia para a região sul do Estado é de que continua fazendo muito frio durante toda esta semana, com pouca chuva. Para Caarapó, por exemplo, a temperatura mínima deverá ficar em 8 graus amanhã.
smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".