Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

crescimento

Produção industrial em fevereiro tem alta

1 ABR 11 - 09h:39r7

A produção industrial brasileira cresceu 1,9% em fevereiro, na comparação com janeiro. Trata-se do ritmo mais elevado desde março 2010 (quando a expansão foi de 3,5%), na comparação mês a mês. Em relação a fevereiro de 2010, a expansão foi de 6,9% - acima dos 2,4% vistos em janeiro na mesma comparação.

Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (1º) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

A expansão foi registrada em 17 dos 27 ramos industriais, com destaque para os setores de alimentos (que cresceu 6,7%) e veículos automotores (4,7%). Também contribuíram os segmentos de produtos de metal, metalurgia básica, equipamentos médico-hospitalares, ópticos e outros, máquinas para escritório e equipamentos de informática e bebidas.

Por outro lado, as principais pressões negativas vieram de outros produtos químicos, edição e impressão e material eletrônico e equipamentos de comunicações.

No acumulado entre janeiro e fevereiro, o avanço chegou a todas as categorias de uso e 23 atividades, na comparação com o mesmo período de 2010. O ramo de veículos automotores, com acréscimo de 16,1%, se manteve como o de maior influência positiva no índice geral - com destaque para a maior fabricação de automóveis e caminhões.

Outras contribuições positivas nessa comparação vieram de máquinas e equipamentos (8,2%), outros equipamentos de transporte (17,6%), indústrias extrativas (5,1%), alimentos (2,7%) e equipamentos médico-hospitalares, ópticos e outros (30,4%).

Já em sentido oposto, entre os quatro ramos com queda na produção sobressaíram os recuos vindos de outros produtos químicos (-5,2%) e de têxtil (-7,1%).

Entre as categorias de uso, o destaque ficou com bens de capital (13,1%) e bens de consumo duráveis (11,7%), que registraram crescimento bem acima da média da indústria (4,6%), enquanto que bens intermediários e bens de consumo semi e não duráveis, ambos com expansão de 2,4%, cresceram de forma menos acentuada.
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

São Paulo mantém boa fase e vence Athletico-PR na Arena da Baixada
BRASILEIRÃO

São Paulo mantém boa fase e vence Athletico-PR

Nova decisão proíbe início de obra no Parque dos Poderes
ESTACIONAMENTO

Nova decisão proíbe início de obra no Parque dos Poderes

Senado aprova MP da Liberdade Econômica sem previsão de trabalho aos domingos
BRASIL

Senado aprova MP sem previsão de trabalho aos domingos

Jornalista do Intercept se diz espantado com debate sobre sigilo de fonte
VAZA JATO

Jornalista do Intercept se diz espantado com debate sobre sigilo de fonte

Mais Lidas