Terça, 20 de Fevereiro de 2018

Produção de soja deve crescer 15% nesta safra em MS

7 AGO 2010Por 18h:00
     

A produção de soja deve aumentar até 15% em Mato Grosso do Sul na safra que será colhida no segundo trimestre de 2010. O que sustenta o prognóstico mais otimista é a previsão climática de chuvas mais abundantes, que começa a se concretizar. Segundo dados da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), a área plantada tende a crescer entre 1% e 2%, podendo ocupar de 1,733 milhão de hectares a 1,75 milhão ao passo em que na safra passada ocupou 1,715 milhão de hectares.

O principal ganho, porém, será na produtividade. De 2.436 quilos por hectare passa a 2.750, 12,9% de aumento.

        Com isso, a produção pode atingir de 4.765.800 toneladas a 4.812.800 toneladas, dependendo da área plantada. O ganho pode chegar a 633,1 mil toneladas. Considerando cotação de R$ 42,00 para a saca de 60 quilos, são R$ 443 milhões a mais.

Segundo estimativas do 11º levantamento divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a produção de grãos da safra 2009/2010 será recorde, com 147,10 milhões de toneladas e 8,8% superior à safra passada, que registrou 135,13 milhões.

A soja é a cultura com maior destaque, com crescimento de 19,8% ou 11,31 milhões de toneladas a mais que no ciclo anterior e deve fechar a produção em 68,47 milhões de toneladas.

A região Centro-Oeste lidera o ranking de produção de soja com 31,4 milhões de toneladas, o equivalente a 46 %. O Estado de Mato Grosso constitui-se como maior produtor nacional, com 18,72 milhões de toneladas.

Segundo o superintendente regional da Conab em Mato Grosso do Sul, Alfredo Sérgio Rios, esse crescimento de produtividade se deve ao aumento do uso da tecnologia por parte do produtor e ao clima favorável.

Estimativas safra 2009/2010

A região Sul apresenta produção de 37,5%, com cerca de 25,6 milhões de toneladas. O Estado do Paraná, o segundo maior do País, tem produção de 14 milhões de toneladas. A região Nordeste vem em terceiro lugar, com 5,2 milhões, representando 7,6 % do total nacional. A região Sudeste participa com produção de 4,4 milhões de toneladas, equivalente a 6,5% da produção do País.

O estudo foi realizado por 59 técnicos, que estiveram em campo em todos os Estados produtores do País e ouviram representantes de cooperativas e sindicatos rurais, órgãos públicos e privados entre 19 a 23 de julho.

Leia Também