Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 22 de outubro de 2018

Produção de cana deve aumentar 65% nesta safra em MS

30 MAR 2010Por ADRIANA MOLINA23h:03
Apesar do incremento de apenas 2% na área plantada, atingindo 413 mil hectares, Mato Grosso do Sul deve produzir 65% mais cana-de-açúcar na safra 2010/2011 que em 2009/2010, totalizando 38 milhões de toneladas. A estimativa é da Associação dos Produtores de Bioenergia de MS (Biosul), que aposta em condições climáticas mais favoráveis que as da safra passada e na operação de 22 usinas para colocar o Estado no posto de 5º maior produtor nacional, com 6% da cana brasileira. Atualmente MS ocupa a 6ª posição no ranking de maior produtor de cana de açúcar do Brasil.

Do montante previsto para ser colhido em 2011, 65% serão destinados à produção de etanol, 14% menos que na safra anterior. Serão 1,9 bilhão de litros, que mesmo representando parcela menor do mix (açúcar e álcool), significam incremento de 52% frente aos números passados. Já o açúcar deve crescer bem mais, 150%, totalizando 1,85 mil toneladas a serem produzidas.

Segundo o presidente da Biosul, Roberto Hollanda Filho, os números refletem a expectativa de melhor produtividade, já que a área plantada deve apresentar acréscimo ínfimo na próxima safra. “Na 2009/2010 o excesso de chuvas prejudicou a produção do Estado e também a qualidade do que foi produzido, resultando em uma alta volatilidade dos preços. Neste ano esperamos, inclusive com a antecipação da safra para fevereiro, melhor qualidade da cana e mais estabilidade no setor”, destacou.

Balanço
As chuvas, citadas pelo presidente da Biosul, resultaram no decréscimo de 40% na produção de cana-de-açúcar do Estado frente às expectativas para a safra passada, totalizando 23 milhões de toneladas. O excesso de águas atingiu diretamente a produtividade, deixando o número do ATR (Açúcar Total Recuperável) 9% menor, atingindo 130 quilos por tonelada. Mesmo assim, o montante produzido ainda foi 30% maior que em 2008/2009.
Em 2009/2010, a produção de etanol foi 20% superior à da safra anterior, de 1,25 bilhão de litros, representando 74% do mix. Já o açúcar cresceu 17%, chegando a 75 mil toneladas.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também