Domingo, 18 de Fevereiro de 2018

Procurador e seis acusados de pedofilia foram presos em Roraima

6 JUN 2008Por 08h:50
     

 

A Polícia Federal de Roraima prendeu o procurador do Estado Luciano Queiroz e mais dois empresários, Raul Sena e José Queiroz, acusados de pedofilia. Um major da Polícia Militar, Raimundo Gomes, também foi preso. A ação foi denominada Operação Arcanjo e não teria ligação com a investigação feita a nível nacional sobre pedofilia.

Segundo o superintendente da Polícia Federal, José Maria Fonseca, serão cumpridos sete mandados de prisão e outros 20 de busca e apreensão.

Também foi preso o cunhado do major Raimundo Gomes, e a mulher, que ainda não tiveram os nomes divulgados, acusados de aliciar a filha de 7 anos e duas amigas da criança para o procurador Luciano Queiroz.

Ainda esta manhã outros três mandados de prisão estão sendo cumpridos, um deles de uma mãe que aliciava a filha, também criança, e outras amigas, para políticos, empresários e parlamentares em Roraima.

O superintendente não quis dar mais detalhes da operação porque ainda estão sendo cumpridos mandados de prisão.

 

Com informações do site Terra

Leia Também