Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, domingo, 21 de outubro de 2018

Principais doenças e sintomas

29 ABR 2010Por 06h:29
Artrites e artroses – Nos cães, as manifestações da artrite e artrose apresentam sintomas como dor local, crepitação, manqueira e tremores dos membros. O cão também pode apresentar restrições físicas, como dificuldade para se locomover, para subir e pular, além de sensibilidade ao contato na região afetada.
Os mais propensos a desenvolver a doença são os cães da raça rotweiller, pastor-alemão e labrador, além dos obesos de qualquer raça.

Alteração cardíaca – grande parte dos cães idosos tem alguma alteração cardíaca. Cansaço além do normal durante os passeios, tosse que pode ser confundida com um engasgo após exercícios, ofegação e língua arroxeada após uma situação de excitação são sinais de um cão cardiopata.

Catarata – Quando observado à luz, o olho do animal tem manchas brancas. Com o passar do tempo, a catarata evolui e o animal passa a não enxergar, já que o cristalino está totalmente opaco e o animal tem os olhos bastante esbranquiçados. Diagnosticada precocemente, a catarata pode ser tratada para que sua evolução seja mais lenta. As raças boxer e poodle são mais propensas ao problema.

Insuficiência renal – Quando o rim perde a sua capacidade de selecionar o que é bom ou mau para o organismo e não consegue mais reter a água, temos um quadro de insuficiência renal crônica. Os sinais são emagrecimento, ingestão exagerada de água, urina em grandes quantidades, perda de apetite, vômitos e anemia.

Diabetes – Pode aparecer em qualquer cão. Cães idosos e/ou obesos podem se tornar diabéticos. O cão diabético apresenta magreza, embora coma muito. Bebe água exageradamente e urina demais. Pode apresentar catarata associada ao quadro.

Piometra – Cadelas idosas que apresentem sinais de perda de apetite, vômitos, aumento súbito do volume do abdômen, corrimento vaginal intenso e apatia devem ser encaminhadas ao veterinário imediatamente. A piometra é uma infecção urinária que acomete cadelas idosas. O útero se enche de secreção purulenta e o animal se intoxica pela absorção desse pus pelo organismo.

Perda dos dentes – Os animais devem ser avaliados anualmente desde jovens, e a prevenção e/ou remoção do tártaro (quando necessário) devem ser feitos. Quando o dono percebe que a boca do seu cão cheira mal, é hora de visitar o veterinário. O ideal é fazer a prevenção. Quando é feita a limpeza de tártaro tardiamente, muitos dentes já estão perdidos. Alimentar o animal com ração seca pode ajudar a prevenir o tártaro, além de outras medidas.

Fonte: Silvia C. Parisi, médica-veterinária.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também