terça, 17 de julho de 2018

doença

Principais complicações

15 NOV 2010Por 00h:55

Neuropatia – Trata-se de uma doença nos nervos causada pelo diabetes. Os sintomas incluem adormecimento, dor nas mãos, pés, ou pernas. Os danos nos nervos causados pelo diabetes também podem conduzir a problemas com órgãos internos, tais como o trato digestivo, coração, e órgãos sexuais, causando indigestão, diarreia ou constipação, vertigem, infecções na bexiga até impotência.

Entre as consequências a mais comum nesta complicação é a perda da sensibilidade nos pés. Tendo em vista que muitos diabéticos acabam perdendo o pé por causa de uma inflamação na unha.

Pessoas com diabetes podem desenvolver problemas nos nervos a qualquer hora. A neuropatia pode desenvolver-se nos primeiros 10 anos depois de diagnosticada o diabetes e o risco de neuropatia em desenvolvimento aumenta ao longo do tempo. Porém, estudos indicam que ela é mais comum em fumantes, pessoas com mais de 40 anos de idade, e os que tiveram problemas em controlar os níveis de glicose no sangue.

Nefropatia – Esta é uma das complicações crônicas do diabetes, que afeta os rins, inicia-se geralmente com perda de proteína pela urina, evoluindo para a chamada glomerulopatia diabética caracterizada por síndrome nefrótica, hipertensão arterial chegando a insuficiência renal crônica. Cerca de 35 % dos diabéticos tipo 1 e 10 % dos diabéticos tipo 2 desenvolvem a doença renal.

Existe uma íntima relação entre glicemias cronicamente elevadas e a lesão dos glomérulos dos rins. Sabe-se que quanto melhor o controle glicêmico, menor a incidência da nefropatia diabética.

Retinopatia – O termo é usado pelos médicos para classificar problemas do olho provocados pela glicose elevada no sangue. Mas de modo geral o diabetes pode afetar retina, vítreo, cristalino e nervo ótico, prejudicando a visão em todos seus campos.

Disfunção sexual – A impotência é um problema importante, que embora oculto é muito mais comum do que o que se pensa. É um problema que gera angústia e preocupação em todo aquele que justificado ou injustificado se considera vítima deste mal. Porém os médicos especialistas em endocrinologia e metabologia ressaltam que a impotência pode ter solução na maioria das vezes.

Leia Também