Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CIDADES

Primeiro bimestre foi o mais chuvoso dos últimos anos

Primeiro bimestre foi o mais chuvoso dos últimos anos
05/03/2010 07:20 -


Campo Grande registrou o primeiro bimestre mais chuvoso dos últimos seis anos. É o que mostra levantamento do meteorologista Natálio Abraão. Nos dois primeiros meses de 2010, o índice pluviométrico alcançou 645,6 mi l ímetros. Embora não chova desde domingo, em alguns bairros, como o Santa Emilia, várias ruas estão interditadas, com a enxurrada formando lagoas. Como o bairro fica numa região de lençol freático alto, há seis meses a prefeitura não consegue concluir o asfaltamento da Rua Airton Rebouça, linha de ônibus e acesso à sede de campo do Sindicato dos Professores. A coleta de lixo foi suspensa depois que o caminhão atolou na esquina daquela rua com a Avenida Conde de Boa Vista. “Nossa esperança é que a chuva dê uma trégua e o asfalto fique pronto”, afirma Cleonice Santana, dona de um mercadinho exatamente no cruzamento intransitável. Na Rua Ibiraci, duas quadras acima , além de a água acumulada tomar conta da rua, exala um forte mau cheiro . “A lama não seca e por isto fica assim”, explica o aposentado Mario Rodrigues, que mora no trecho mais crítico. Chuva recorde O levantamento de Natálio Abraão confirma que, no último sábado, dia 27, choveu em 80 minutos, 88 milímetros, o equivalente a 30% dos 299 milímetros registrados no mês inteiro . A tromba d’água provocou estragos na cidade e obrigou a prefeitura a decretar situação de emergência. O es t udo de Nat á l io Abraão mostra que o fevereiro de 2010 não foi o mais chuvoso do período avaliado. Em 2006, neste mesmo período choveu 324,4 milímetros. De qualquer forma , o que aconteceu no mês passado ficou acima da média histórica, que é 171,6 milímetros. Em relação ao primeiro mês do ano, quando o índice de precipitação foi de 346,6 milímetros, o levantamento demonstra que não chovia tanto em janeiro desde 2007. O meteorologista assegura que normalmente janeiro e fevereiro são os meses que mais chove em Campo Grande. “Anormal seria estiagem nesta época”, observa Natálio Abraão. Ele prevê que a partir deste mês a tendência é de um regime de chuva mais esparso.

Felpuda


Pré-candidato pode estar sendo “fritado” sem ao menos perceber. Redes sociais que têm estreitas ligações com ex-cabecinhas coroadas e que prometeram apoio estão enaltecendo que só certo pré-candidato de outro partido. Quem conhece as ditas figurinhas de, digamos, outros carnavais, acredita que está em curso operação sorrateira para mudar internamente os rumos da futura campanha. Trocando em miúdo: ceder a cabeça de chapa.