Terça, 20 de Fevereiro de 2018

violência

Primeiro assalto com arma foi mês passado

14 NOV 2010Por BRUNO GRUBERTT04h:55

Figueirão não tem delegacia de polícia nem cadeia. "Graças a Deus", comemora o comandante do destacamento da Polícia Militar do município, o cabo Hernandes Carmo Ribeiro. Só depois de dois anos de atuação, a PM de Figueirão registrou o primeiro assalto à mão armada do município.

Foi há cerca de um mês. Um homem com um revólver calibre 32 invadiu a única farmácia da cidade e roubou R$ 40. Ele tentou fugir para Costa Rica, a cerca de 70 quilômetros de lá, mas foi detido por policiais no caminho. O dinheiro foi recuperado, a arma apreendida, o acusado preso em flagrante e levado para as celas da delegacia do município vizinho.

Este ano, ocorreram dois assassinatos, um deles na zona rural do município. O outro, em julho deste ano, foi na cidade. A média de prisões em flagrante é de três por mês e a ocorrência mais comum é de casos de violência doméstica. A PM faz cerca de 30 atendimentos desse crime por mês. "A polícia acaba sendo o braço do Estado mais próximo dessa população, por isso temos muitos chamados", analisa o cabo Hernandes. (BG)

Leia Também