Sexta, 23 de Fevereiro de 2018

PRFs denunciam péssimas condições de cárcere

25 JUN 2008Por 16h:23
     

 

 

Policiais Rodoviários que foram presos por na operação ?Diamante Negro? sob acusação de suposto envolvimento com a máfia do carvão, denunciaram à OAB irregularidades e péssimas condições de carceragem na Superintendência Regional do Departamento de Polícia Federal de Mato Grosso do Sul, em Campo Grande.

 

Os 11 policiais que assinam o documento relatam que no local não há ventilação, nem visualização ao ambiente externo. Além disso, eles ficam 24 horas nas celas, não podem ter contato com a família e dizem que os uniformes não são trocados desde 21 de maio.


        A carta com essas e outras reclamações, foi anexada junto ao ofício com pedido de providências feito pelo presidente da OAB, Fábio Trad, endereçado ao Juiz Federal e Corregedor Odilon de Oliveira e ao superintendente da Polícia Federal, Luiz Adalberto Philippsen.

Leia Também