sexta, 20 de julho de 2018

NACIONAL

PRF registra quase 1,5 mil acidentes em 9 estados e no DF durante feriadão

4 NOV 2010Por PORTAL BRASIL08h:04

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em nove estados e no Distrito Federal (DF) registrou um total de 1.462 acidentes entre a última sexta-feira (29) e esta terça-feira (2), dia de Finados. A fiscalização foi intensificada nesse período por causa do feriado prolongado de Finados.

O número de feridos em Sergipe, no Pará, em Santa Catarina, no Rio Grande do Sul, em Minas Gerais, em Alagoas, na Bahia, no Paraná, na Paraíba e no DF chegou a 867, enquanto que o de mortes totalizou 72, com exceção do Pará, onde não houve óbitos.

Destes estados, o Paraná lidera na quantidade de acidentes com 283 — 23,04% a mais do que no ano passado. Segundo os dados da PRF, outro estado que se destacou foi o de Minas gerais, uma vez que os números de feridos e mortos, 221 e 23 respectivamente, ultrapassam os dos outros oito estados e do Distrito Federal.

A quantidade de acidentes no DF dobrou de 2009 para este ano, chegando a 66. O número de feridos também aumentou, de 29 para 46, enquanto o de mortos subiu de dois para três, respectivamente. A PRF considera que o tempo chuvoso durante o feriado e o segundo turno das eleições contribuíram para o aumento.

Na Paraíba, a operação durou apenas dois dias (segunda e terça). Houve uma redução de quase 35% na quantidade de acidentes, de 34 para 22, na comparação com os dados do ano passado.

O dia do segundo turno das eleições (31) foi o de menor ocorrências em Alagoas (seis). Os 39 acidentes que ocorreram nas estradas federais do estado deixaram 41 feridos e sete mortos. Dos 20 motoristas flagrados dirigindo embriagados, sete foram presos.

O número de acidentes em Sergipe aumentou 58,33% e o de feridos mais do que dobrou, passando de seis para 16. Dos 609 condutores autuados, 94 foram notificados por ultrapassagens indevidas. Com base na Lei Seca, sete foram detidos. No estado da Bahia, 42 motoristas foram notificados por dirigirem alcoolizados e 21, presos por embriaguez no trânsito. Mais de 5 mil veículos foram fiscalizados. Dos 110 acidentes registrados, 66 pessoas ficaram feridas e nove morreram.

Nas estradas federais em Minas, a quantidade de acidentes subiu de 253 para 367 na comparação com dados de 2009. O número de feridos e mortos também apresentou elevação, chegando a 221 e 23, enquanto que no ano passado foram 145 e 15, respectivamente.

A PRF do Pará não registrou mortes durante os cinco dias de operação, mas contabilizou 66 acidentes e 26 feridos. Mais de mil condutores foram autuados por infrações no trânsito e 13 tiveram a carteira de motorista apreendida. Os motoristas autuados ou presos por embriaguez ao volante totalizaram 34.

No Paraná, 9.032 veículos foram fiscalizados, 3.812 a mais que no ano passado, quando a operação durou quatro dias. Por conta dos testes de para medir o teor de álcool no sangue, 91 motoristas foram autuados e 40 presos. Onze pessoas morreram e 164 ficaram feridas, em um total de 283 acidentes. As estradas no Rio Grande do Sul registraram 180 acidentes, com 87 feridos e sete mortos. Dos 25 motoristas autuados por dirigirem alcoolizados, 13 foram presos.

Um total de 310 acidentes ocorreu nas estradas de Santa Catarina durante os cinco dias. Com base na Lei Seca, 11 dos 31 condutores embriagados foram presos. Eles não podem dirigir por 12 meses e têm de pagar multa de R$ 957,69.

Leia Também