Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

OPERAÇÃO CARNAVAL

PRF registra 70 acidentes, 1 morto <br>e 55 feridos

PRF registra 70 acidentes, 1 morto <br>e 55 feridos
03/03/2014 19:45 - ANA CAROLINA MONTEIRO


A Polícia Rodoviária Federal divulgou no fim da tarde desta segunda-feira (3) os números parciais da Operação Carnaval, lançada oficialmente na sexta-feira (28).

Contudo, os trabalhos começaram efetivamente no dia 24 de fevereiro, segunda-feira da semana dos festejos carnavalescos, e seguem a estratégia nacional de ampliação dos dias de fiscalização.

Na quarta-feira de cinzas (5), quando encerram-se os festejos de Momo, a operação completa dez dias. Como reforço, foi empregado todo o efetivo do Estado, além de tecnologias disponíveis no Departamento, como o uso de radares, etilômetros e o ônibus multimissão.

Segundo informações da PRF, do dia 24 de fevereiro, até a meia-noite deste domingo (2), em todo o Estado de Mato Grosso do Sul, aconteceram 70 acidentes, com 55 feridos e 1 morte. Foram lavrados 1980 autos de infração e efetuadas 23 prisões por alcoolemia (dirigir embriagado). Para a o Polícia Rodoviária o cenário ainda é positivo.

“Dispensamos um esforço grande para garantir a segurança nas Rodovias do Estado, principalmente nesta época do ano quando o fluxo de veículos é maior. Empreendemos muitos equipamentos, e um grande número do efetivo, inclusive funcionários do administrativo, que estavam de folga, de férias estão aqui conosco nas estradas para dar reforço máximo nesta Operação” declarou o superintendente da Polícia Rodoviária Federal, Inspetor Ciro Vieira Ferreira.

Felpuda


Considerados “traíras” por terem abandonado o barco diante dos indícios da chegada da borrasca à antiga liderança, alguns pré-candidatos terão de se esforçar para escapar da, digamos assim, vingança, velha conhecida da dita figurinha. Dizem por aí que há promessas nesse sentido, para que os resultados dos “vira-casacas” nas urnas sejam pífios. Sabe aquela velha máxima: “Pisa. Mas, quando eu levantar, corre!” Pois é...