Segunda, 19 de Fevereiro de 2018

OPERAÇÃO PADROEIRA DO BRASIL

PRF intensifica fiscalização no Estado

8 OUT 2010Por Vivianne Nunes06h:42

Começa hoje em Mato Grosso do Sul e em todo o País, a Operação Nossa Senhora Aparecida, da Policia Rodoviária Federal (PRF), para conter abusos nas rodovias federais durante o feriadão dos dias 11 e 12 de outubro, segunda e terça-feiras.

Pelo menos 250 policiais irão se revezar em escala de plantão para intensificar a fiscalização nos 3,1 mil quilômetro de rodovias federais. Todo o aparato de equipamentos já está disponível para a operação, que terá radares portáteis e fotográficos, bafômetros e 50 viaturas posicionadas nos pontos críticos onde há maior índice de acidentes.

Conforme boletim encaminhado à imprensa pela PRF, serão alvo das fiscalizações as condições dos veículos, o que inclui pneus e equipamentos, documentação do veículo e do condutor.

A rodovia BR-163 no trecho que liga Mundo Novo a Sonora foi a de maior incidência de acidentes. Em segundo lugar vem a BR-262 entre Três Lagoas e Corumbá.

A imprudência está em pelo menos 90% dos casos de acidente e os mais frequentes foram saída de pista e colisão traseira. Na operação do ano passado foram registrados 54 acidentes com 41 feridos e uma morte. Os dados trazem ainda 13 presos por embriaguez ao volante.

Veículos longos, articulados e portadores de autorizações especiais de trânsito, como é o caso dos bi-trens e cegonhas, não poderão trafegar nas rodovias federais do Estado no sábado (9), das 6h às 12h e na terça-feira (12) das 16h às 22h. O objetivo, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) é evitar o fluxo intenso de veículos pesados no início e no fim do feriado para reduzir o risco de acidentes.

Os motoristas que infringirem a restrição estarão sujeitos a retenção dos veículos e multa de natureza média, 4 pontos na Carteira Nacional de Habilitação e penalidade no valor de R$ 85,13 por “transitar em locais e horários não permitidos pela regulamentação estabelecida pela autoridade competente”.

Leia Também