Segunda, 23 de Abril de 2018

Previdência terá acesso a cadastro do TSE para evitar pagamento a fantasmas

3 JUN 2008Por 22h:40
     

O ministro da Previdência, Luiz Marinho, e o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Carlos Ayres Britto, assinaram ontem um acordo de cooperação para aumentar a fiscalização e coibir fraudes nas duas instituições. Com o convênio, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) terá acesso à base de dados de títulos eleitorais cancelados em função de morte dos eleitores ou do não comparecimento em três eleições consecutivas. O TSE, por sua vez, poderá acessar os dados do Sistema de Óbitos da Previdência Social (Sisobi). Para Ayres Britto, "o custo Brasil depende, muitas vezes, do gasto Brasil". Para o presidente do TSE é preciso ter responsabilidade com os recursos públicos e evitar fraudes e desperdícios. "Estamos disponibilizando os nossos arquivos na perspectiva de uma administração mais eficiente e mais moralizada.

Leia Também