Domingo, 25 de Fevereiro de 2018

INVESTIMENTO

Previdência privada faz sentido na terceira idade

3 OUT 2010Por 06h:46

A previdência privada normalmente é vista como um investimento de longo prazo e, por isso, parece estranho quando se fala na contratação de planos pelos idosos. Mas, para o planejador financeiro Jurandir Macedo, faz sentido aderir à modalidade após os 60 anos.

Uma vantagem da previdência privada, mesmo para quem está na terceira idade, é o planejamento da sucessão familiar.

“Como o pecúlio não tem obrigatoriedade de participação em inventário, o pagamento aos beneficiários é feito de maneira rápida, sem burocracia, sem despesas com cartórios, custos advocatícios e sem a incidência do imposto sobre transmissão causa mortis e por doação”, ressaltou.

Para toda a vida
Além disso, a previdência permite ao idoso que faça um grande aporte para adquirir uma renda vitalícia, já que, se ele mesmo administra o patrimônio, pode ter a surpresa de viver mais do que o planejado.

“Quando você compra uma renda, se viver mais, o banco vai ter de pagar a renda enquanto você viver, mas, se morrer antes, os herdeiros vão ficar sem aquela parte da herança. É uma troca com vantagens e desvantagens”, destacou Macedo.

Há ainda aqueles que não estão de olho na sucessão, na renda vitalícia, e pretendem trabalhar um bom tempo, porque somente nesta faixa etária se deram conta de que precisam juntar dinheiro. “Pretendem trabalhar mais dez ou 15 anos e começam, então, a pagar tarde a previdência”.

Antes de aderir à previdência nesta faixa etária, é importante ter certeza de que esta é a melhor opção para o seu caso. Macedo orienta que se busque uma assessoria especializada e que se perceba se não é “resultado de um gerente desesperado para cumprir metas de venda”.

Com ou sem renda variável?
Quando questionado sobre se quem tem mais de 60 anos deve evitar a previdência privada com renda variável, já que esta é mais arriscada e pode trazer resultados não tão positivos, Macedo disse que apenas se o perfil do investidor for conservador.

“Só não aconselho para os conservadores ou para quem está querendo começar agora”, disse. “Porém, para a maioria das pessoas, acredito que os Títulos Públicos como as NTNB compradas via Tesouro Direto são a melhor alternativa”.

Fonte: Infomoney

Leia Também