Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

segunda, 18 de fevereiro de 2019 - 17h36min

Previdência não incidirá sobre o vale-transporte

11 MAR 10 - 08h:48
O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu ontem que as empresas não precisam recolher contribuição previdenciária sobre o valetransporte pago em dinheiro aos trabalhadores. O Unibanco recorreu ao STF contra decisão do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, em São Paulo, que entendeu que as verbas pagas ao empregado de forma habitual e antecipada constituem ganho a ser incorporado ao salário para efeito de contribuição previdenciária. Apenas os ministros Joaquim Barbosa e Marco Aurélio Mello votaram a favor do recolhimento da contribuição sobre os recursos pagos a título de transporte. Prevaleceu, contudo, a ideia de que os recursos não integram o salário do empregado. Trata-se, na visão de nove ministros do STF, de uma verba indenizatória e não remuneratória. Para o ministro Cezar Peluso, a lei proíbe o pagamento do vale-transporte em dinheiro pelo risco de “dissimular” o salário, mas não altera a natureza do recurso pago ao trabalhador.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Acidente em cruzamento tem capotamento e deixa dois feridos
TENTOU DESVIAR

Acidente em cruzamento tem capotamento e deixa dois feridos

Tráfego na ponte da Ernesto Geisel está parcialmente liberado
INTERDIÇÃO

Tráfego na ponte da Ernesto Geisel está parcialmente liberado

PREFEITURA

Atos Oficiais do município de Campo Grande 18/02/2019

Roberta D'Albuquerque:
COMPORTAMENTO

Roberta D'Albuquerque: "Despertar"

Mais Lidas